quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Sobre nós...


Nos fizeram muitas perguntas sobre o nosso balé, sobre nosso método, sobre como acontece, como se entra na escola, sobre os alunos que vão embora para o exterior enfim são tantas dúvidas que até acredito ser normal, a dança é tão intensa e esta em constante evolução que na verdade para entendê-la é só olhar com o coração!
Bom vamos, lá... O Balé Jovem surgiu como um projeto social oferecendo a oportunidade de crianças sem condições financeiras entrarem no mundo da dança. Acompanhando o projeto social cresceu a Escola Balé Jovem, onde alunos que possuem um pouco mais de condições financeiras pagam uma taxa de manutenção para a escola (onde nem se compara a preços cobrados por academias particulares de balé clássico) para manter a estrutura e os funcionários da escola. Com início no Horto Municipal o Balé Jovem não tinha condições físicas para manter seu projeto, hoje com a escola que cresceu junto e com o apoio da prefeitura municipal, aos corpos de baile, temos salas de aulas amplas e climatizadas, com piso apropriado (flutuante), linóleo e um espaço de estudo e de permanência do aluno na escola.

A base do nosso método de ensino acadêmico é o de Vaganova, utilizando também alternativas de outros métodos que aprendemos em cursos específicos na área da dança clássica. A intensão é a formação de um bom profissional da dança, seja um bailarino, coreógrafo, professor ou até mesmo um iluminador especializado na área. As aulas são rígidas e é lapidado em cada aluno o seu melhor! Os alunos recebem uma grande carga de responsabilidade para aprender o que é a dança. Como ja ouvi dizer em grandes escolas "O importante aqui não é fazer é como deve ser feito". Temos uma grande responsabilidade em formar alunos com conhecimento, amor a dança e respeito com ele mesmo, com o próximo. A base da escola é disciplina! Desde que o aluno entra na escola até o final de sua formação, para isso, alunos novos só poderão entrar na escola no inicio do ano, onde acompanhará a matéria desde o principio. Alunos que perderem a data de inscrição deverão esperar até o próximo ano para fazer parte da escola. Todos os alunos recebem aulas práticas, teóricas, estudam repertório clássico e história da dança.

Todo o inicio de ano realizamos um teste de seleção para incluir novos alunos na escola. Infelizmente não podemos atender a todos os alunos que desejam se matricular, por isso, é realizado o teste. Onde serão escolhidos os alunos que vão se adequar melhor ao ritmo intenso da escola e agüentarão a carga de responsabilidade e a carga física das aulas durante o curso. Nesse teste é avaliado coordenação motora, físico, musicalidade e o mais importante a harmonia de movimentação que a criança apresenta. O teste é para iniciantes, não é necessário estudar balé anteriormente.

Todos os alunos têm a oportunidade de mostrar seu trabalho todo final de ano no palco do Teatro Municipal de Santos, como a realização de um sonho... colocar um lindo figurino, transformar movimentos em dança e receber os aplausos que ecoam em nossos ouvidos durante muito tempo após um trabalho feito com muita dedicação, seriedade e amor.

Na próxima postagem respondemos as outras dúvidas sobre a dança...

3 comentários:

Evelize disse...

Geyssa Alencar e Sabrina Olimpio

Parabens pelo projeto, pela iniciativa e pelo amor como sempre conduziram seus objetivos. Idéias e ideais tão nobres não poderiam ter outra consequencia...a escola cresceu e com ela muitos bailarinos nasceram, se desenvolveram , e alguns partiram para outros continentes concretizando sonhos...Ética, conhecimento, perseverança..são somente algumas das muitas qualidades que seus ensinamentos possuem.
Parabéns! Parabéns!

Thamy disse...

Cada dia q passa fico mais admirada com o trabalho de vcs, ainda mais sabendo de onde vcs começaram, as dificuldades e q nunca desistiram. Pois qnd desistimos deixa de ser um sonho e vira apenas uma meta qlqr!
Vejo mtos por ai q "falam mto" q são os melhores, mas poucos q conseguem mostrar q são competentes o suficiente para ensinar o q é "dança", e o melhor ensinar e ter humildade de estar sempre querendo aprender mais.. Vcs conseguem isso..
Parabééns! Vcs são merecedoras..

Balé Jovem de São Vicente disse...

Obrigada Evelize! Obrigada Thamy!
A busca pelo conhecimento nunca pára... o dia que não tivermos mais o conhecimento como busca é a hora de parar, será o momento em que a dança não nos fascinará mais! Buscamos por respeito ao sonho de nossas queridos alunos e respeito ainda maior aos pais que nos depositam tamanha confiança. O sonho está aí... é isso que nós vendemos por aqui... sonhos... e como ja tinha dito antes, quando nossos alunos realizam o deles os nossos são realizados por consequência!
Beijos